quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Escritores Irlandeses - Parte 1

         Como todos sabem, a Irlanda é conhecida pela riqueza da sua literatura. Aqui surgiram e ainda surgem grandes escritores, conhecidos mundialmente e ganhadores de prêmios importantes. Talvez, o motivo por tantos escritores sairem desta ilha, sejam as fontes de inspiração que ela possui, é inegável, para todos que já conhecem ao menos um pouco dos arredores de Dublin e do interior do país, que motivos para lindas, tristes ou alegres histórias não faltam, seja a carga histórica que país carrega, o clima, que algumas vezes torna o ambiante melancólico, ou pelas belas paisagens que se formam às margens do oceano, há algo que acontece aqui, que é capaz de iluminar a mente dos grandes escritores. Então, a partir de hoje, vamos falar um pouco sobre eles.

         James Joyce
         Nasceu em Dublin em 02 de Fevereiro de 1882. Joyce passou a maior parte da sua vida adulta morando em outros países, mas todas as suas obras estão enraizadas em Dublin e na Irlanda, inclusive, a maior parte de seus livros tem uma forte inspiração nas histórias que viveu enquanto ainda estava na Irlanda. Os principais cenários de seus romances foram extraídos de Dublin, como prédios e ruas. Suas obras mais famosas são: Ulisses, Dublinenses/Gente de Dublin, Retrato do Artista Quando Jovem e Finnegans Wake.

        

          Oscar Wilde
          Nasceu em Dublin em 16 de Outubro de 1854. Estudou na Trinity College, onde chamou muita atenção por sua criatividade, tanta, que ganhou uma bolsa de estudos para a Magdalene College (a mais famosa das faculdades de Oxford, e onde também o escritor brasileiro Vinícuis de Morais estudou com bolsa adquirida pelos mesmos méritos). A partir daí, começou a ter uma vida social extremamente agitada e que é comentada até hoje. Após bastante sucesso e festas, Oscar Wilde foi preso por "cometer atos imorais com diversos rapazes", ficou dois anos na prisão e, quando liberado, a vida não foi mais a mesma com menos amigos e muito menos dinheiro, três anos depois, em 1900, faleceu de miningite, agravada pelo álcool e pela siflis.
          Suas obras mais importantes são: O Retrato de Dorian Gray, A Alma do Homen Sob o Socialismo, A Balada do Cárcere de Reading e o Fantasma de Canterville, entre muitas outras.


Estátua de Oscar Wilde no Marrion Square
           

Um comentário:

  1. Alvaro Bourscheidt12 de janeiro de 2012 16:25

    Legal terem feito este post que nos ajuda - e a vocês também - a conhecer um pouco melhor a rica cultura deste país e a própria alma do povo irlandês.
    Alvaro

    ResponderExcluir

Deixe o seu recado para nós